LIVROS
LIVROS - COLEÇÃO ARTE À PRIMEIRA VISTA
EXPOSIÇÕES
AGENDA
TEXTOS + DICAS DE LEITURA

Renata

SOBRE

Renata Sant’Anna de Godoy Pereira.

Formada em Artes Plásticas na FAAP, em 1985, é mestre em Artes Visuais pela Escola de Comunicação e Artes da USP (2000).

Desde 1989, trabalha como educadora na Divisão Técnico-Científica de Educação e Arte do Museu de Arte Contemporânea da USP e, atualmente, atua como coordenadora dessa divisão, organizando o trabalho diário dos educadores realizado em direção à formação de públicos diversos: crianças de escolas públicas e privadas, adolescentes, pessoas com deficiência, terceira idade, universitários e jovens e adultos em processo de alfabetização (EJA), estabelecendo parcerias com Secretaria de Educação de São Paulo e outras cidades, coordenando os projetos para bolsas de cultura e extensão para alunos estagiários de diversas faculdades da USP e a formação desses bolsistas, entre outras atividades que tem como objetivo estender as ações do museu para além de seus limites físicos.

Trabalhou em diversos museus e instituições culturais no Brasil e no exterior: Fundação Bienal de São Paulo, SESC Pompéia, Faculdade Santa Marcelina; Atelier des Enfants, no Centre Georges Pompidou (1991) e no Departamento Cultural do Musée D’Orsay,(1996), em Paris e, em 1998, no Departamento de Educação da National Gallery of Art, em Washington, D.C. nos Estados Unidos, (1998/99) com bolsa direcionada a três profissionais de museus do Brasil, Argentina e Chile, concedida pela Fundação Vitae, por um período de nove meses.

Em 2011, coordenou o Programa Singular do Instituto Rodrigo Mendes, programa de inclusão de jovens com deficiência por meio da arte.

Também em 2011, participou por um período de três semanas do Programa Courants du Monde – Programa de Residência Cultural na França, organizado pelo Ministério de Cultura e Comunicação da França e Maison des Cultures du Monde, com o objetivo de conhecer os trabalhos de educação realizado em museus e outras instituições de arte contemporânea em Paris, Metz e Lyon.

Em 2012, participou da 106ª Reunião Anual da AAM American Association of Museums (Associação Americana de Museus – 106th AAM Annual Meeting & MuseumExpo TM – AAM International Fellowship), conferência anual dos museus que teve como tema “Comunidade Criativa – museus como um parceiro ativo na educação pública” em Mineápolis, E.U.A, realizada entre 29 de abril e 2 de Maio.

Em junho de 2014, participou do ICOFOM na 37th Annual ICOFOM Symposium ¨New Trends in Museology¨, em Paris, França, o trabalho ¨ Voir et lire – Programme d’intégration culturelle des jeunes et adultes en cours d’alphabétisation ¨. Ver e Ler – Programa de Integração Cultural de jovens e adultos em processo de alfabetização. O mesmo programa foi selecionado para compor a publicação dos Anais do XXII Encuentro ICOFOM LAM de Buenos Aires, Argentina com o trabalho Ver e Ler Programa de inserção cultural de jovens e adultos alfabetizandos no MAC USP.

 

É autora de diversos livros para o público infantil e para professores de arte.

Em 1997, publicou o livro “De dois em dois – um passeio pelas Bienais” (Ed. Martins  Fontes), contemplado com o prêmio  Malba Tahan de Melhor Livro Informativo pela Fundação Nacional do Livro infantil e Juvenil (FNLIJ,R.J.), re-editado pela Ed. Cosac Naify, em 2010. A partir dessa experiência, especializou-se em escrever sobre arte contemporânea para crianças e professores, colaborando com artigos para diversas publicações para o público infantil como Folhinha (Folha de São Paulo), Revista do Sítio do Pica-pau Amarelo (Ed. Globo), Revista Zá (Ed. Pinus), Recreio (Ed. Abril) e Revista Gênios.

Atualmente, é colaboradora das Revistas para professores Carta na escola e Carta Fundamental, contribuindo com artigos sobre arte.

Dando prosseguimento às suas atividades de produção de textos para crianças iniciou, Em 2006, iniciou a coleção “Arte à primeira vista”, publicando Linhas Vivas – Lygia Clark, primeiro volume da coleção que conta atualmente com mais quatro títulos: Frans Kracjberg – a obra que não queremos ver, Leonilson- Gigante com Flores; Regina Silveira – O olho e o lugar e A Travessura – Mira Schendel, 2014. Em 2007, publicou o Manual do Sítio do Pica-pau Amarelo Histórias da Arte, Ed. Globo e, em 2011, Para comer com os olhos, Ed. Panda Books, Futebol – a arte dos pés à cabeça, 2014; Ora arte, ora parte, 2014.

Além dos livros para o público infantil, também publicou nos sites  www.mac.usp.br, www.clicfilhos.com.br. É autora do livro para professores Saber e Ensinar Arte Contemporânea, Ed. Panda Books, 2010 e do material para professores do Instituto Itaú Cultural – Caderno do professor investigador “Coisa”, 2008 e pesquisadora responsável pelo conteúdo da mesma coleção intitulada “Ação”, em 2009.

É coordenadora do Programa Arte à Primeira vista, composto por publicações e curadoria de exposições de artistas contemporâneos brasileiros para o público iniciante em arte. Esse programa já realizou diversas exposições de Leonilson, Regina Silveira, Geraldo de Barros e Mira Schendel, especialmente voltada para o público infantil. Algumas delas itineraram por outras cidades em sedes da Caixa Cultural (Brasília e Salvador) e Sorocaba, São Carlos e Araraquara. Em 2014, foi curadora da exposição Arte à primeira vista – Páginas de uma história no Palácio das Artes em Belo Horizonte.